GeralA nova fase de enfrentamento ao COVID-19 e a vida condominial: o que você precisa saber

30 de março de 2021by Imperium0
http://imperiumadm.com/novo2019/wp-content/uploads/2021/03/covidtexto1.png

Levando em consideração o aumento de casos de COVID-19 no Estado de São Paulo e a ampla ocupação das UTI’s disponíveis, com algumas cidades alcançando 100% de sua capacidade, o Governo Estadual anunciou uma série de restrições que acontecem até dia 11 de abril.

Durante essa etapa, todos os municípios do estado entram na fase vermelha, uma das mais restritivas do Plano São Paulo, que prevê um toque de restrição das 20h às 5h, além de uma fiscalização ostensiva para evitar aglomerações, comércios abertos ilegalmente e festas clandestinas.

Neste momento, manter a tranquilidade é o principal, para que as questões condominiais sejam tratadas com bom-senso.

Como se trata de uma situação recente, que envolve um processo de adaptação delicado, a orientação é que os síndicos e o corpo diretivo tenham cautela e coerência na adoção de novas regras, sejam elas relacionadas com a abertura ou fechamento de áreas comuns, horários de entrada e saída, permissões de entrada de terceiros, atendimento aos prestadores de serviços ou outras.

Como os condomínios são espaços particulares, respeitando-se as normas sanitárias e de preservação da saúde é possível optar entre adotar restrições mais rígidas, consultar os moradores sobre as opções de flexibilização ou mesmo manter as áreas funcionando normalmente, uma vez que sejam realizados os revezamentos e adotadas as medidas de proteção adequadas para evitar a disseminação do vírus no ambiente interno do condomínio.

É importante lembrar que na fase vermelha, festas e aglomerações são totalmente proibidas.

Evidentemente, a realidade de cada conjunto condominial é específica e deve ser analisada caso a caso, mantendo-se sempre o diálogo aberto e a sobriedade, para que os interesses coletivos sejam respeitados e os individuais também atendidos, dentro do possível.

Isto tendo sido posto é importante lembrar que os moradores devem sempre ser comunicados por escrito sobre o caráter das eventuais restrições adotadas, para que recordem de que não se trata de autoritarismo o excesso de controle, mas sim de uma responsabilidade estabelecida em legislação, já que cabe aos síndicos e ao corpo diretivo zelar pelo interesse de todos, incluindo a manutenção da saúde dos condôminos conforme orientado pelo poder público.

A IMPERIUM está sempre à disposição para auxiliar seus condôminos no que for necessário, para que possam lidar assertivamente com a atual fase de adaptações.

Por fim, mentalizemos que em breve tudo isso será um passado de aprendizado e todos poderão usufruir livremente das comodidades condominiais.

Fonte;

Imperium Administração e Gestão de Condomínios ltda

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Sobre a Imperium

Administramos condomínios verticais, horizontais e industriais, assim como associações de moradores entre outros que se definem como condomínios. Pautados na alta capacidade de gestão de seus administradores…